A Junta de Superintendentes Gerais fez a seguinte declaração em resposta à publicidade amplamente divulgada em relação a abusos sexuais do clero:

A recente cobertura midiática sobre casos de abusos sexuais do clero tem aumentado a consciência da natureza delicada dos relacionamentos que o clero e outros funcionários cristãos têm com pessoas às quais eles ministram, quaisquer sejam suas idades, sexo ou circunstâncias. A posição da Igreja do Nazareno sempre foi a de que aqueles que ministram devem ter caráter irreprovável em todos os aspectos. Eles não devem abusar de posições de confiança e autoridade a eles conferidas, e não devem manchar o bom nome da Igreja de Jesus Cristo por quaisquer comportamentos que não sejam absolutamente puros e dignos de confiança.

A Assembleia Geral da Igreja do Nazareno adotou procedimentos judiciais para uso das igrejas locais e distritos, os quais são responsáveis por credenciar o clero. Esses procedimentos claramente indicam os passos pelos quais alegações de abuso devem ser abordadas e investigadas. Igrejas locais e distritos têm sido sempre encorajados a perseguir alegações de abuso sexual de forma rigorosa, seguindo os procedimentos recomendados de remoção de credenciais de ministros que assim ofendem. Qualquer restauração ao ministério ocorrerá apenas após um prescrito e extensivo processo de restauração. Alguns que assim ofendem poderão nunca ter o ministério restaurado, dependendo da natureza do abuso alegado, assim negando qualquer possibilidade de uma posição de autoridade e responsabilidade dentro da igreja.

Nós encorajamos nosso povo a selecionar cuidadosamente aqueles que, sejam clero ou leigos, trabalharão com crianças e jovens. As necessárias ressalvas para trabalhadores devem incluir requerimentos de permissão para efetuar verificações de antecedentes com as autoridades legais apropriadas; políticas em respeito à presença de ao menos dois adultos com crianças em todo tempo e janelas em todas as classes, escritórios e portas em corredores. As políticas e ressalvas recomendadas, para a maior proteção das crianças e jovens contra potenciais abusos, estão disponíveis em nossos escritórios de Ministério Infantil e Juventude Nazarena Internacional em Lenexa, Kansas, E.U.A.

A integridade da Igreja de Jesus Cristo deve ser protegida a todo momento. Nossa ética de santidade não nos concede outra alternativa senão proteger aqueles pelos quais nós somos responsáveis, assegurando que todos os funcionários dentro da igreja, clero ou leigos, ambos pagos ou voluntários, sejam irreprováveis. Attached estão específicas e importantes informações em relação ao parágrafo 435.14 do Manual e implicações legais relacionadas a relatos de abuso infantil.

 

-Junta de Superintendentes Gerais